sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023

Atrav√©s das Trevas - Di√°rio de Campanha Sess√Ķes 2 e 3 (temporada 1)

Depois de um certo hiato finalmente vem a continua√ß√£o do di√°rio de campanha da aventura A Pedra dos Portais para Atrav√©s das Trevas, dessa vez nesse post ter√£o os acontecimentos das sess√Ķes 2 e 3 que fecham esse arco com o final da aventura. Para ver o relato da sess√£o anterior siga o link:

ūüĒó Atrav√©s das Trevas - Di√°rio de Campanha Sess√£o 1 (temporada 1)

A aventura A Pedra dos Portais √© apresentada no livro b√°sico e trata de uma narrativa introdut√≥ria em que um grupo de andarilhos das terras corrompidas pelas trevas segue uma ladina que se apresenta como Flamongo e prop√Ķe invadir um antigo castelo em busca de tesouros.

SPOILER ALERT: A partir desse ponto tem spoilers da aventura A Pedra dos Portais!

Explorando a vila - Barbas de Raymund

Ao chegar na vila onde o castelo Raymund est√°, os personagens encontram v√°rias localidades poss√≠veis de explorar, no livro √© apresentado um mapa descrevendo 10 pontos poss√≠veis para intera√ß√Ķes. Esse aspecto √© interessante porque quebra a ideia da aventura linear em cima de um trilho roteirizado, permitindo inclusive abordagens diversas para que os personagens encontrem formas de adentrar no castelo.


De forma resumida o grupo de aventureiros fez as seguintes intera√ß√Ķes:

a. Igreja de Abbadon: l√° o grupo encontra dois npcs: Egopan e Isabel, s√£o dois velhinhos que vivem na igreja, eles apresentam o local e falam da deusa do sil√™ncio Abbadon em que os fi√©is costumam decepar a l√≠ngua em devo√ß√£o a deusa. Isabel revela ao grupo: 

Barbas de Raymund foi amaldi√ßoada desde que a fam√≠lia partiu do castelo. Um monstro meio cabra, meio lobo passou a raptar e matar os habitantes daqui, deixando rastros de sangue. A maioria foi embora por medo do monstro, exceto por mim, Egopan, o prefeito Klinge e o pobre Djuka que acabamos de enterrar. A criatura o matou aqui mesmo, no templo.”

Contam que n√£o podem deixar a vila porque n√£o podem abandonar o templo, eles oferecem abrigo ao grupo que passa a utilizar o local como ponto de descanso.

b. Loja: L√° os personagens encontram alguns suprimentos e descobrem um esqueleto enforcado, no livro de registros do local existe uma assinatura de “Leonard Klinge”.

c. A Casa do Prefeito: Aqui existe um mini plot, os aventureiros descobrem na casa do prefeito que ele fez um acordo com um dem√īnio para trazer sua filha de volta da morte e assim foi possu√≠do pelo dem√īnio. L√° eles acabam encontrando o prefeito possu√≠do e entram em combate, ap√≥s vencerem o dem√īnio que estava no prefeito possui Aster, o guerreiro do grupo.

d. Casas Abandonadas e as Docas: Nas casas abandonadas os personagens encontram uma fantasma chamada Aballena que pede para que eles recuperem seu anel de noivado. Aqui é outro mini plot que pode ser explorado, essa interação ocorre apenas por parte do grupo, pois Aster foi imobilizado pelo resto do grupo após ser possuído e levado à igreja. O restante do grupo então vai às docas e lá entram no rio para recuperar o anel, ela então indica um local onde podem recuperar 10 peças de ouro de sua pequena fortuna, ainda compartilha com os personagens sua trágica história antes de partir.

Os aventureiros descansam, e utilizando o amuleto da deusa expulsam o dem√īnio do corpo de Aster. Os aventureiros ainda exploraram outros pontos menos relevantes, onde puderam conseguir mais alguns esp√≥lios como restos de comida, algumas tochas e outros itens antes de partir para o castelo.

e. Poço: esse é um dos caminhos possíveis para entrar no castelo, e foi o escolhido pelo grupo, essa parte aventura tem um mapa próprio com alguns caminhos. Lá eles encontram uma espada de prata e uma entrada para o castelo.


Depois disso, o grupo finalmente entra no Castelo Raymund.

O Castelo Abandonado

O castelo √© amplo e escuro, cheio de mob√≠lia elegante, mas totalmente tomado pela poeira... O cheiro de morte e sangue √© latente…

A explora√ß√£o do castelo na aventura proposta apresenta 2 mapas, um para cada andar, com um total de 17 pontos de intera√ß√Ķes, o que inclui salas, corredores, passagens e outros pontos de interesse. Essa parte da aventura se assemelha a uma experi√™ncia de Dungeon Crawl, apesar de n√£o ficar expl√≠cito no  texto a necessidade do uso de tochas e outros suprimentos.

A abordagem pessoal que eu como narrador que adotei foi n√£o apresentar os mapas, permitindo a intera√ßao apenas com a fic√ß√£o elaborada pelo teatro da mente a partir da narrativa constru√≠da no di√°logo ficcional, em que os jogadores perguntavam o que viam e tomavam decis√Ķes.


No primeiro andar do castelo o desafio principal √© descobrir uma forma de passar para o andar de cima, isso s√≥ √© poss√≠vel interagindo com o cen√°rio e descobrindo um enigma que envolve tocar uma partitura de piano deixada ali a muito tempo, o grupo conseguiu lidar com o desafio, reunir as pistas e executar a m√ļsica que abriu a passagem.

Al√©m disso, neste andar existe uma poss√≠vel intera√ß√£o com um ghoul, uma criatura criada por um vampiro. Essa intera√ß√£o permite algumas antecipa√ß√Ķes para os jogadores, a princ√≠pio a criatura n√£o √© agressiva, a menos que o grupo parta para a ignor√Ęncia. O grupo adotou durante grande parte da aventura uma postura cautelosa, e n√£o foi diferente dessa vez, eles conseguiram conversar com a criatura e ela revela alguns segredos:

“Meu mestre Azhved √© um dos Mestres Vampiros que tinham em seu poder uma das Sete Partes da Pedra dos Portais. Mas tomado por gan√Ęncia, ele roubou a Pedra e ordenou que fug√≠ssemos para bem longe dos outros. Encontramos este Castelo nas montanhas e estamos escondidos aqui desde ent√£o. A Pedra, que era para deix√°-lo mais poderoso, teve o efeito reverso: seu sangue foi envenenado. Ele n√£o pode mais se alimentar e sofre de uma fome eterna. Azvhed acredita que pode se libertar da maldi√ß√£o se encontrar as outras Partes da Pedra. Agora me deixem s√≥.”

Com essa informação o grupo começa a antecipar o perigo final da aventura, mas então por que continuar a explorar o castelo com um perigo tão grande à frente?

O Segunda Andar e Grandes Revela√ß√Ķes

Aqui a aventura j√° apresenta um clima de desfecho com a imin√™ncia de um grande vil√£o, de forma a fortalecer as motiva√ß√Ķes dos personagens para al√©m dos poss√≠veis tesouros a aventura prop√Ķe um ponto dram√°tico de virada com uma revela√ß√£o por parte da NPC Flamongo. Essa revela√ß√£o pode acontecer em dois pontos preferencialmente: ap√≥s a revela√ß√£o do ghoul ou na passagem para o segundo andar caso essa intera√ß√£o n√£o aconte√ßa. A revela√ß√£o √© a seguinte:

“Meu verdadeiro nome n√£o √© Flamongo. Sou neta de Lord Raymund, e meu nome de nascimento √© Alyssa. Meu av√ī mandou toda a fam√≠lia  embora quando eu era muito pequena, e agora que todos est√£o mortos,  voltei para recuperar o Castelo. Sempre quis entender o motivo pelo qual meu av√ī nos mandou embora e sinto que estou no caminho certo. Desculpem por mentir a todos voc√™s, mas se contasse a verdade talvez n√£o acreditassem em mim. Me ajudem a encontrar a Pedra, e posso lhes dar o que quiserem daqui.”

No segundo andar existem muitos pontos de interação com diversos eventos possíveis de acontecer, o grupo adotou a abordagem de explorar cuidadosamente todo o andar revelando a maior parte dos eventos.

Um resumo dos principais pontos do fio principal da narrativa que levam ao final da aventura foram:

a. O LoboCabra: os personagens s√£o atacados pelo monstro em um corredor, o combate √© bastante visceral e alguns personagens acabam se machucando bastante, mas conseguem superar o desafio. Ap√≥s morto o lobocabra se torna um homem velho se revelando como o velho Raymun, av√ī de Flamongo/Alyssa. Antes de morrer ele revela:

“Certa noite, Azhved, o Mestre Vampiro, veio ao castelo com seu servo procurando abrigo. Quando o vi, n√£o consegui saber sua verdadeira origem e prontamente abri os port√Ķes para ajudar um homem de tanta eleg√Ęncia. Assim que deu seus primeiros passos para dentro, ele dominou todos os empregados e tomou o Castelo.

Eu tentei mat√°-lo, mas ele me transformou neste monstro. Enfurecido e descontrolado, matei sua av√≥, o amor da minha vida, com minhas pr√≥prias garras. Sua m√£e lhe pegou no colo e fugiu da vila com o resto da fam√≠lia. Como monstro, eu s√≥ queria ca√ßar pessoas para aplacar minha fome. Ajustem todos os rel√≥gios, mas tomem cuidado: um deles est√° no quarto principal com AzhvedN√£o olhem nos olhos dele, pois Azhved consegue dominar os mais fracos. Ataquem com prata…”

b. O enigma dos rel√≥gios: para acessar a parte final da aventura onde est√° o vampiro Azhved, existe um enigma envolvendo diversos rel√≥gios que devem ser “acertados”. Aqui n√£o vou detalhar o funcionamento do enigma, mas √© uma parte interessante da aventura, pois os jogadores n√£o tem testes para resolv√™-lo, apenas sua pr√≥pria criatividade.

c. O encontro final e o dilema de Alyssa: finalmente de frente a Azhved, o vampiro faz uma proposta ao grupo:

“Eu n√£o sabia que voc√™ estava viva, Alyssa. Que surpresa agrad√°vel. O que acha de se tornar minha eterna serva e unir-se ao seu vov√īzinho? Como est√° a fam√≠lia, ali√°s? Na verdade, vou deixar esta decis√£o na m√£o de seus companheiros. Capturem Alyssa e saiam daqui com vida, ou fiquem e encontrem a morte certa. O que me dizem?”

O grupo não compra a narrativa e só sobra uma opção: a boa e velha pancadaria!

O combate final!

O combate final então é estabelecido, se trata de encontro relativamente desafiador, em porte da espada de prata o grupo acaba tendo certa vantagem contra o lorde vampiro. O momento mais tenso do combate foi com o guerreiro Aster caindo a 1 de vida e escapando de investidas que seriam fatais.

O grupo performou muito bem o combate, utilizando de abordagens abertas para al√©m do simples “eu ataco”, a ladina Cassandra derrubou um estante em cima do advers√°rio ap√≥s um rolagem bem sucedida de furtividade, dentre outras abordagens t√≠picas de jogos Old School em que tudo pode ser feito se couber na narrativa, n√£o existem regras de manobras, portanto a descri√ß√£o de uma boa ideia pode ser acatada pelo mestre e parametrizada por uma rolagem de dados com dificuldade medida pelos riscos envolvidos.

O final foi bastante dram√°tico, com a pr√≥pria Alyssa dando o golpe final quando o vampiro estava com os √ļltimos 2 pontos de vida, ela cai em l√°grimas finalmente conseguindo seu objetivo de retomar o antigo castelo de sua fam√≠lia e performar sua vingan√ßa.

O final, por enquanto...

Como antecipado pelo ghoul, no castelo existe uma parte da pedra dos portais, que é o artefato mágico que após quebrado trouxe as trevas para o mundo. O livro descreve essa parte da aventura de forma bem poética:

"No momento que estiverem diante do artefato, todos escutam uma voz doce e reconfortante que diz:

VOC√ä N√ÉO PRECISA SER O ESCOLHIDO VOC√ä S√ď PRECISA ESCOLHER

Qualquer PJ pode pegar a pedra e tomar para si, mas h√° um fardo ao se carregar uma das Sete Partes da Pedra dos Portais. A realidade se torna um pouco diferente para quem a carrega, distorcida, leve, como se a vis√£o estivesse sempre oscilando entre sonho e realidade. Carregar o objeto causa muita ansiedade e euforia porque se trata de algo que mudou e pode vir a mudar a hist√≥ria d’Aqui para todo sempre. √Č claro que esse √© apenas um dos finais que a aventura pode ter…"

Assim a aventura finaliza com o grupo de aventureiros com a primeira parte da pedra dos portais em mãos, ainda fizemos uma cena pós crédito do grupo interagindo e conversando sobre tudo o que aconteceu.

Essa primeira temporada finaliza por aqui com a conclus√£o desta aventura introdut√≥ria, com certa dificuldade de reunir o grupo e o per√≠odo do final de ano quando rolaram essas sess√Ķes decidimos entrar em um hiato e voltar depois do per√≠odo festivo em algum momento. A ideia √© abrir o cen√°rio de jogo para que o grupo agora possa explorar de forma aberta o mundo de aventuras de Atrav√©s das Trevas!

• • •

Nesse meio tempo eu auto publiquei um suplemento para o sistema com autorização do autor original do jogo, se trata de um compendium de personagens e magias para auxiliar o início de novas mesas, os personagens dos jogadores dessa aventura também estão lá, o material é gratuito para baixar e está diagramado e ilustrado. Para saber mais leia o post:


ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2022/12/compendium-adt.html

• • •

Se você leu até aqui peço que deixe um comentário ali embaixo falando se gostou ou desgostou ou se tem alguma sugestão, muito obrigado =)

As ilustra√ß√Ķes desse post s√£o capturas de tela, foram retiradas do livro Atrav√©s das Trevas e s√£o de propriedade do autor.

• • •

Se voc√™ usa twitter me segue l√° pra gente trocar uma ideia sobre RPG! ūüĒó twitter.com/icaroagostino


4 coment√°rios:

  1. √ďtima resumo da aventura. Eu imaginava que teriam algumas mortes pq tem uns desafios bem dif√≠ceis , mas que bom que tudo deu certo(para os jogadores). Muito bom ver que a aventura continuou e finalizou. Ansioso pra saber as pr√≥ximas aventuras. Aventura pra escolher √© o que n√£o falta.

    ResponderExcluir
  2. Ramon aqui.

    Cara que relato sensacional! Obrigado mesmo por isso, você salvou meu dia ou talvez meu mês. Quando rolar jogo pode me chamar que eu vou!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela mensagem Ramon, fico muito feliz com você lendo esse relato. Assim que minha rotina permitir vamos tentar marcar um joguinho =)

      Excluir