sábado, 15 de junho de 2024

Finisterra [T02E08] - A Floresta Gigante

Relato da campanha Finisterra T02E08 [10/02] 📝

Personagens: Malaquias [Ladrão], Barata [Anão], Gregório [Mago] e Sardinha [Guerreiro].
Na ficção: 26 dos Mortos, nono mês do ano e último do outono.

Imagem gerada por IA

A Floresta Gigante

Logo cedo partimos em nossa expedição atrás da Árvore da Vida. Barata, Sardinha, Gregório e eu seguimos até ponto onde a Árvore residia e tomamos a trilha de destruição que ela deixou, estranhamente reta para o Norte. Após andar um pouco encontramos um rio e o cruzamos. Mais floresta continuava a nossa esquerda e à direita a Vila das Dríades.

Decidimos não perder tempo e continuamos andando até chegar num terreno de mato baixo. Nesta região encontramos um obelisco, que Gregório descobriu ser capaz de invocar uma criatura por meio de mágica. Seguramente decidimos não mexer com aquele obelisco, pois tínhamos uma missão. Após passar o obelisco, a grama passava a ser alta a nossa esquerda e a nossa direita havia um pântano. Um pouco mais a frente encontramos mais um rio. Desta vez tivemos que puxar as mulas e a carroça com uma corda, pois a altura do rio cobria até mais ou menos o peito. Logo após o rio encontramos a Floresta dos Gigantes. Logo no início da floresta havia um cogumelo gigante com olhos. Através de uma comunicação com ele (que só o chá mágico poderia nos dar) ficamos sabendo que a Árvore foi em direção ao Ermitão Sentado.

Imagem gerada por IA

Acampamos por lá perto e no final da noite apareceram a pequenas criaturinhas de cabelo roxo. Elas estavam curiosas e murmurando coisas em uma língua desconhecida. Uma delas se aproximou de Barata e eles conversaram em anão. As criaturinhas nos avisaram sobre os Homens Gigantes e nos alertaram, dizendo que devíamos ir embora dali. Ao final da conversa, Barata lhes deu fole, pois as criaturinhas pediram algo de metal. Elas ficaram contentes. Ao raiar do dia seguimos em direção ao Ermitão, que estava sentado e imóvel ao que pareciam décadas.

No lugar de seus olhos haviam esmeraldas. Barata subiu no Ermitão e arrancou um de seus olhos e foi nesse momento que o Ermitão se levantou. Entramos em combate durante um tempo, mas quando a criatura arremessou o Barata do outro lado da floresta decidimos que era hora de dar no pé. Corremos da criatura, que era bastante lenta, e conseguimos nos safar. Mesmo com todo o dano que demos ela não parecia que iria cair tão cedo. No caminho de volta encontramos uma matilha de cachorros selvagens, que após um pouquinho de ração deixaram a gente pra lá. No meio disso tudo conseguimos umas flores carmesin, provavelmente as últimas antes do inverno.

Malaquias, o ladrão.

• • •

Finisterra Ã© uma campanha de Hexcrawl que utiliza o sistema Caves & Hexes, inspirado no B/X de 1981. A campanha acontece nos estilo de Mesa Aberta (ou West Marches), o que significa que diversos grupos jogam no mesmo cenário compartilhado, as sessões acontecem via chamada e aqueles que puderem participar no dia formam um time e saem para exploração.

➥ Venha jogar! ðŸ”— Notion - Finisterra

• • •

Se você leu até aqui peço que deixe um comentário ali embaixo falando se gostou ou desgostou ou se tem alguma sugestão, muito obrigado =)

• • •

Se você usa twitter me segue lá pra gente trocar uma ideia sobre RPG! ðŸ”— twitter.com/icaroagostino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário