sexta-feira, 5 de julho de 2024

Finisterra [T02E19] - O Forte na Cidadela

Relato da campanha Finisterra T02E19 [29/03] 📝

Personagens: Ishamael [Mago], Malaquias [Ladrão], Sardinha [Guerreiro], Clearco [Elfo] e Cid [Anão].
Na ficção: 17 da Prata, último mês do ano e do inverno.

Imagem gerada por IA

O Forte na Cidadela

Sob a intensa chuva, seguimos pelo rio em direção à cidadela. Nosso progresso foi interrompido por um encontro inesperado com um lagarto gigante nas proximidades do Pântano. Após uma breve tentativa de fuga, o cavalo do elfo Clearco perdeu o controle, mas ele habilmente usou uma magia de sono para derrubar a montaria, permitindo-nos enfrentar a besta com sucesso.

Chegamos à cidadela ainda durante o dia, aguardando seu surgimento miraculoso ao cair da noite. Antes de adentrar seus muros, nos deparamos com os gnomos de cabelo roxo, liderados por um indivíduo chamado Wilwalkit. Com a ajuda do anão como intérprete, descobrimos que estão sendo expulsos de sua floresta por um monstro perigoso, que emite um ronco ensurdecedor.

Ao atravessarmos a cidadela em direção ao forte central, nos deparamos com um mercado em ruínas, onde encontramos algumas pedras preciosas. Porém, nossa exploração foi interrompida por cinco criaturas sombrias, que pareciam duelar entre si como em uma luta de espadas, mas as evitamos.

Enquanto nos aproximávamos do forte, notamos um grupo de cadáveres presos ao portão, que estranhamente observaram nossa entrada, movendo as cabeças sem se levantarem. Dentro do forte, no salão principal, uma estátua despertou esqueletos em cotas de malha que nos atacaram desordenadamente, sendo repelidos pelo clérigo Patrício. Malaquias teve uma visão ao interagir com a estátua.

Continuamos nossa jornada por um corredor estreito que levou a uma escadaria e, finalmente, a uma sala com uma mesa contendo uma faca, vestígios de um mineral branco e um livro intitulado "Instruções para Descorporificar os Vivos". Em seguida exploramos um armazém repleto de garrafas de vinho. Decidimos investigar a sala de jantar adjacente, onde uma atmosfera estranha nos envolvia, junto com uma mesa posta e uma tocha fracamente iluminando o ambiente, mas preferimos não tocar na comida. Observamos um corredor ao fundo à direita antes de voltarmos à cozinha, onde sombras pareciam ocupadas preparando uma refeição.

Evitando confronto, retornamos ao mercado, onde as sombras seguiam encenando sua luta até notarem nossa presença, momento em que fugimos através do muro interno.

De volta à vila da cidadela, fomos atacados por sombras, das quais três foram expulsas pelo clérigo Patrício, enquanto a última foi derrotada por uma barragem de mísseis mágicos. Com o amanhecer, a vila e a cidadela desapareceram diante de nossos olhos, dando início a um dia nublado, porém livre de chuva. Retornamos então à vila dos Biltres em uma viagem tranquila e sem incidentes, todos ainda vivos e ilesos. 

• • •

Finisterra Ã© uma campanha de Hexcrawl que utiliza o sistema Caves & Hexes, inspirado no B/X de 1981. A campanha acontece nos estilo de Mesa Aberta (ou West Marches), o que significa que diversos grupos jogam no mesmo cenário compartilhado, as sessões acontecem via chamada e aqueles que puderem participar no dia formam um time e saem para exploração.

➥ Venha jogar! ðŸ”— Notion - Finisterra

• • •

Se você leu até aqui peço que deixe um comentário ali embaixo falando se gostou ou desgostou ou se tem alguma sugestão, muito obrigado =)

• • •

Se você usa twitter me segue lá pra gente trocar uma ideia sobre RPG! ðŸ”— twitter.com/icaroagostino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário