segunda-feira, 16 de outubro de 2023

Riverbend - Aventuras Pesqueiras

Riverbend √© um jogo minimalista inspirado por e “hackeado” do jogo Tunnel Goons, de Nate Treme. Em Riverbend, voc√™ e seus amigos interpretam um grupo de alde√Ķes que encaram Miss√Ķes de Pescaria para conseguir alimento e suprimentos para seu vilarejo, ao mesmo tempo que exploram novos caminhos fluviais, ca√ßam terr√≠veis monstros aqu√°ticos e at√© mesmo encontram antigos artefatos.

Imagem retirada do Catarse

Riverbend é um RPG já lançado lá fora, e que a versão Brasileira está sendo financiada agora pelo catarse, o jogo é de autoria do já conhecido na cena independente brasileira Gustavo Tertoleone em parceria com o autor e artista Victor Amorim (ou @torthevic).

Eu recebi uma versão beta enviada pela editora Caramelo Jogos para uma leitura antecipada do material, de cara posso dizer que o livro em sua versão digital se destaca pelo estilo artístico colorido e divertido, uma diagramação bem limpa e funcional e um jogo de abordagem minimalista do ponto de vista do sistema.

Esse post será um review de leitura dessa versão beta da tradução, que já está pré diagramada, porém sem a revisão final.

• • •

As Regras do Jogo

O sistema de Riverbend √© bem simples no geral, a principal mec√Ęnica consiste em rolar 2d6 + o atributo apropriado, se o resultado for maior ou igual √† dificuldade a tarefa √© bem sucedida. O jogo trabalha com dificuldades padr√Ķes que o Mestre (aqui chamado de Juiz) define de acordo com a fic√ß√£o. Os valores padr√Ķes s√£o F√°cil: 6; M√©dio: 8; Dif√≠cil: 10 e Muito Dif√≠cil: 12.

Ilustração interna do livro

Quando uma ação pode ferir um personagem, a diferença entre o resultado da rolagem e a dificuldade é o dano contra os pontos de vida do personagem em caso de falha. O mesmo vale para o contrário, se for um combate e a rolagem superar a dificuldade, o inimigo recebe o dano pela diferença entre a rolagem e dificuldade.

Al√©m disso, o jogo apresenta um sistema de pescaria que combina o tipo de equipamento, tipo do peixe e caracter√≠sticas do personagem para definir as chances de sucesso. O jogo tamb√©m fornece tabelas para gerar miss√Ķes de pescaria que j√° informam os temas das aventuras.

Geradores! ...

O jogo apresenta um cap√≠tulo inteiro sobre gera√ß√£o de Bacias Fluviais, aqui temos uma forte inspira√ß√£o de jogos antigos em que Masmorras eram geradas e populadas com o uso de tabelas com m√ļltiplas entradas. A ideia aqui √© a mesma, ao inv√©s de fornecer um cen√°rio pronto voc√™ tem um conjunto de tabelas que usa de forma ferramental para preparar uma aventura e cen√°rio.

Ilustração interna do livro

O Juiz pode rolar ent√£o um conjunto de tabelas e gerar um cen√°rio para sua aventura, o que inclui detalhes do vilarejo, artefatos perdidos, marcos de cen√°rio, curiosidades e at√© aberra√ß√Ķes.

... e Gatos!

Uma peculiaridade bem maneira do jogo √© a presen√ßa de Gatos! O grupo de personagens devem escolher um gato de uma lista de 9 op√ß√Ķes que √© apresentada no livro. Cada gato tem uma habilidade √ļnica que pode ajudar nas aventuras.


Imagem retirada do Catarse

No financiamento coletivo a primeira meta extra √© um zine para expandir a lista de Gatos, o que vai apresentar 12 novas op√ß√Ķes

O que mais vem no livro?

O livro básico ainda conta com Regras para Criação de Personagem, lista de Equipamentos de Pesca, armas e outros itens, diferentes tipos de Barcos, lista de NPCs e um bestiário, aqui chamado de Habitantes do Rio.

• • • 

Eu gostei bastante da leitura do material, de forma geral o jogo parece ser muito simples de colocar na mesa com uma abordagem de baixa prepara√ß√£o por parte do mestre e foco na cria√ß√£o de uma narrativa emergente. Eu achei particularmente interessante os procedimentos de gera√ß√£o do cen√°rio de aventuras e as mec√Ęnicas pr√≥prias como as regras de pescaria e o uso de um companheiro gato com habilidade especiais.

O tom do jogo √© passado bastante pelas tabelas, fichas de criaturas, descri√ß√£o dos equipamentos e pelas belas artes do livro. Fiquei bastante curioso para ler uma aventura pronta e entender um pouco mais do cen√°rio impl√≠cito que o jogo apresenta. Ainda n√£o tive oportunidade de colocar o jogo em mesa, mas as minhas impress√Ķes de leitura foram muito positivas.

• • •

Riverbend est√° em financiamento coletivo pelo Catarse, a editora Caramelo Jogos est√° na frente do projeto, traduzindo e editando a vers√£o brasileira. A editora tem lan√ßado diversos t√≠tulos independentes, alguns j√° resenhei aqui no Blog, como Archon Ruins, O Livreto Aracn√≠deo e Barrowkeep.

• • •

Se você leu até aqui peço que deixe um comentário ali embaixo falando se gostou ou desgostou ou se tem alguma sugestão, muito obrigado =)

• • •

Se voc√™ usa twitter me segue l√° pra gente trocar uma ideia sobre RPG! ūüĒó twitter.com/icaroagostino

Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio