terça-feira, 23 de maio de 2023

Blades in the Dark [S06] - O resgate no Campo Fantasmagórico

Ap√≥s o golpe frustrado da ca√ßada do fantasma de Rorik, agora os novos membros do Bando de Vigaristas precisam se mover enquanto os antigos est√£o fora de cena. Cabe aos novatos recuperar o corpo do Retalhador capturado no covil dos Severosi ca√ßadores de fantasmas.

Blades in the Dark √© um RPG com mec√Ęnicas modernas que coloca os jogadores na pele de vigaristas em busca de poder e fortuna em um cen√°rio vitoriano de fantasia sombria p√≥s apocal√≠ptico.

Ilustração do livro básico - pág 76

Esse post é o relato da sexta sessão de jogo, se você não leu o relato anterior, veja aqui:

RELATO SESS√ÉO 5 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/05/bitd-05.html

Recomposição e Novos Membros

Na √ļltima investida (sess√£o 5) o bando falhou em seu golpe e acabou com o personagem Retalhador capturado pelos ca√ßadores de fantasmas, minha personagem Sussurro ficou fora de cena traumatizada e o segundo Sussurro nas suas a√ß√Ķes de folga perdeu o controle ao satisfazer seus v√≠cios.

Na sess√£o anterior tamb√©m t√≠nhamos avan√ßado no n√≠vel do bando, o que garantiu mais novos capangas. Com nossos personagens fora de cena, o narrador sugeriu fazermos novas fichas utilizando os novos capangas como personagens jog√°veis. Assim, tr√™s novos Vigaristas entraram em cena: uma Furtiva, um Doutor e um C√£o de Ca√ßa.

➤ Furtiva - Uma gatuna e infiltradora e silenciosa.

➤ Doutor - Um sabotador engenhoso e especialista t√©cnico.

➤ C√£o de Ca√ßa - Um atirador e perseguidor mortal.

Agora resta saber o que os Novos Vigaristas ir√£o fazer enquanto os seus l√≠deres est√£o fora de cena.

O Fantasma n√£o resolvido

Com o golpe anterior frustrado, o fantasma de Rorik agora estava incorporado no Retalhador capturado, isso ocorreu pelo Acordo com o Diabo feito na sess√£o anterior. J√° com os novos personagens, durante as a√ß√Ķes livres sondamos se ainda existia interesse pelo fantasma. Para firmar uma linha de a√ß√£o, descobrimos que Lyssa, a Colmeia e as Irm√£s Funestas ainda pagariam um bom valor, indicando que Rorik n√£o estava com nenhum desses bandos.

Decidimos ent√£o que nossa linha de a√ß√£o seria buscar o paradeiro do Retalhador capturado e assim conseguir junto o fantasma, mas para isso seria necess√°rio se infiltrar no covil dos Severosi.

Ilustração do livro básico pág 146

Para ajudar na empreitada decidimos visitar as Irm√£s Funestas, conhecidas pelo seu trabalho relacionado ao oculto. Elas decidem nos ajudar em troca da captura de Rorik, fornecendo um artefato m√≠stico capaz de capturar fantasmas, se tratava de uma esp√©cie de caixa de m√ļsica delicada.

Com o golpe definido, agora era hora de levantar informa√ß√Ķes!

Levantando Informa√ß√Ķes

Seguindo a estrutura do jogo, antes de entrar de fato no golpe, o bando decidiu levantar informa√ß√Ķes, para assim definir o plano, as seguintes informa√ß√Ķes foram levantadas:

  • O acampamento Severosi ainda est√° na pra√ßa do bairro do P√© do Corvo;
  • Os Severosi parecem sempre andar em cavalos, e ali no acampamento est√£o alguns cavalos;
  • Testemunhas falam que viram algu√©m sair de dentro do acampamento recentemente;
  • Os Corvos parecem ter dificuldades em manter os Lanternas Negras e os Faixas Escarlates sob controle;
  • O melhor hor√°rio para investir na infiltra√ß√£o do acampamento √© durante o per√≠odo das brumas;
  • At√© onde se sabe, essa √© a primeira vez dos Severosi em Doskvol.

O Golpe

Come√ßamos a a√ß√£o j√° adentrando nas proximidades do covil, aproveitando as brumas minha nova personagem Furtiva saca o Manto das Sombras que √© um item especial do arqu√©tipo. O manto auxilia na camuflagem, e assim partimos. Para n√£o se perder, combinamos de esticar um barbante guiando o grupo liderado pela Furtiva.

Conseguimos adentrar nas tendas dos Severosi, e l√° encontramos um deles quase inconsciente e uma cena que indicava uma poss√≠vel briga. Executamos o Severosi com receio que pudesse atrair a aten√ß√£o de outros, e seguimos o rastro do indicativo da briga.

Os rastros nos levaram de volta √†s ruas de Doskvol, at√© que encontramos uma porta de uma resid√™ncia aberta por uma chave fantasma, atravessando a porta fomos para um Eco no Campo Fantasmag√≥rico. Esse √© um local que fica do outro lado, na p√°gina 95 e 272 explicam:

"No campo fantasmag√≥rico existem ecos da cidade inteira, em v√°rios per√≠odos de tempo. Ocasionalmente s√£o encontradas portas para esse lugar perdido [...] Ecos s√£o “loops” de comportamento capturados no campo e repetidos v√°rias e v√°rias vezes. Eles n√£o possuem vontade pr√≥pria, mas as descargas el√©tricas das suas formas pl√°smicas ainda s√£o perigosas. Os ecos podem se manifestar espontaneamente no local de um evento extremamente violento – n√£o necessariamente envolvendo uma morte."

Ilustração do livro básico pág 271

Agora dentro do Campo Fantasmag√≥rico estamos vendo uma mistura do passado com o presente, com boa parte das pessoas nos ignorando. Adentrando nos c√īmodos da casa encontramos um Severosi morto com o olhar vago, continuamos nossa busca saindo de volta √†s ruas at√© chegar na sede dos Corvos.

L√° vimos uma mem√≥ria repetida de Lyssa ainda jovem sendo treinada, Mardin Gaivota ainda era l√≠der dos Corvos, chegando no √ļltimo andar finalmente encontramos nosso companheiro que havia sido sequestrado possu√≠do pelo fantasma de Rorik, era hora de agir!

Rorik n√£o estava sozinho no local, existiam outros fantasmas que eram possivelmente Corvos que foram v√≠timas de seu antigo l√≠der. Utilizando a caixa de m√ļsica come√ßamos o ritual para capturar o fantasma que resistia, assim partimos para viol√™ncia, era preciso subjugar o corpo do Retalhador antes que Rorik pudesse ser aprisionado no artefato das Irm√£s Funestas.

Ilustração do livro básico pág 44

A luta se desenrolou de forma violenta, o personagem Doutor cuidou de operar o artefato, enquanto minha personagem engajou em combate tentando segurar o Retalhador bem mais forte fisicamente, a ideia foi abrir uma oportunidade clara para que o personagem C√£o de Ca√ßa pudesse disparar com Muni√ß√£o Electroplasm√°tica (um dos itens do C√£o de Ca√ßa).

O dilema final para que o disparo pudesse ser efetivo foi fazer um Acordo com o Diabo: se o disparo funcionasse Rorik seria expulso, mas minha personagem Furtiva tamb√©m seria alvejada enquanto segurava o corpo do Retalhador.

A cena chega ao final com o disparo atravessando os dois corpos, o fantasma de Rorik sendo expulso do corpo do Retalhador e aprisionado na caixinha de m√ļsica. Voltamos pelo caminho e sa√≠mos pela passagem aberta pela chave fantasma, deixando o Campo Fantasmag√≥rico. O golpe finaliza com a entrega do esp√≠rito de Rorik para as Irm√£s Funestas, os personagens alvejados sobrevivem e o Retalhador √© resgatado.

Relato e próximos capítulos

Ap√≥s o golpe anterior frustrado, o bando se recomp√Ķe com novos personagens e age de forma mais efetiva dessa vez, recuperando o membro capturado. A sess√£o foi bem acelerada, pessoalmente me parece que o sistema beneficia agir de forma mais impulsiva durante os golpes, gastando recursos para n√£o deixar os objetivos escaparem. De forma geral a campanha ainda parece estar amadurecendo, com muitas possibilidades se revelando!

Ah, se você gostou ou tem alguma crítica comenta aí embaixo!

• • •

Lista de todos os relatos

RELATO SESS√ÉO 1 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/02/bitd-01.html

RELATO SESS√ÉO 2 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/04/bitd-02.html

RELATO SESS√ÉO 3 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/04/bitd-03.html

RELATO SESS√ÉO 4 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/04/bitd-04.html

RELATO SESS√ÉO 5 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/05/bitd-05.html

RELATO SESS√ÉO 6 ➤ ūüĒó https://www.dialogoficcional.com/2023/05/bitd-06.html

• • •

Se voc√™ usa twitter me segue l√° pra gente trocar uma ideia sobre RPG! ūüĒó twitter.com/icaroagostino


Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio